segunda-feira, 23 de abril de 2012

Dicas para comemorar Beltane Sabbath (in 2012)

Link


Beltane é a festa, a fertilidade, a alegria a brincadeira, a vida que inunda e regressa a terra. o Rei Carvalho começa a retornar e a requisitar sua regência, anunciando o fim do Escuro e da regência do Rei Azevinho.

Essa é uma tradicional festa celta, dividida em várias partes e que geralmente acontecia na noite do dia 30 de abril para o dia primeiro de maio. As sagradas fogueiras de Maio, ou os Fogos de Bel, senhor do Sol, eram usadas como forma de purificação, renovação e bênçãos. Geralmente feita aos montes em formato de piras (lembrando o falo) recomendava-se que as pessoas enfermas e estéreis passassem por elas para que lhes fossem concedidas as curas. Paralelo a essa festividade, um casal, escolhido no parto e criados desde de crianças, cumpriam as festividades do Grande Rito, em que o homem, treinado para ser o Rei Verde (Rei de Maio), corria entre a manada de cervos. Ao ser percebido pelo Gamo-Rei (o maior macho da manada) ele seria perseguido/desafiado, na tentativa de ser banido e do rebanho manter-se protegido, se o Rei Verde vencesse o Gamo-Rei, ele retornaria para os braços da Rainha Vermelha / Donzela Caçadora (Rainha de Maio) e a desposaria sagradamente (não mundanamente ou de forma real e vitalícia, mas apenas em uma união sagrada e, nem por isso menos importante). É esse casamento que garantiria a fertilidade dos campos e a plenitude e júbilo da terra.

Paralelo a essas festividades, existia a tradicional dança do Mastro de Maio (Pau de Fitas), que consistia em um mastro decorado fincado na terra, sendo preso a ele fárias fitas coloridas. As pessoas dançavam danças circulares conduzindo essas fitas e enfeitando o mastro, trançando e destrancando as fitas, fazendo um movimento que também remetia a cópula sexual. Essa dança também é muito tradicional em casamentos pagãos, data também propícia para esse tipo de união.

Hoje em dia, sabemos que grande parte dessas festividades na íntegra são difíceis, quase impossíveis de serem realizadas, por isso muitos lugares fazem grandes adaptações, permanecendo os significados, mas mudando os cultos e os símbolos. Apesar de que uma coisa sempre se mantém: nessa época a libido dos bruxos costumam aumentar e muito, e muitos deles se permitem realizar suas vontades, não só sexuais, nessa data - "O que acontece em Beltane, fica em Beltane".

Hoje temos uma festa mais "regrada", geralmente regada a vinho e outra bebidas, muita dança. O Mastro de Maio se manteve quase intacto entre as tradições contemporâneas, assim como a presença do fogo. Muitos grupos preferem celebrar Beltane durante o dia primeiro de maio e não na noite de transição, particularmente acho que o importante é comemorá-lo com coração e com as sensações que seu corpo demanda.

Minhas dicas para esse dia são simples. Sugiro que se reúnam em um lugar aberto, próximo a natureza. Façam uma boa mesa farta para compartilhar, bem como sirvam sempre muita bebida (vinho é sempre excelente para essa ocasião, se possível, porque não o vinho de absinto?). Se for possível, decore o ambiente com flores e cores, e faça uma coroa de flores para cada integrante.

Comece sua comemoração no entardecer do dia 30 de abril, acendendo uma vela vermelha (de longa duração, ou de 7 dias - recomendo que ela dure pelo menos a noite inteira), ou se preferir e possível for, acenda sua lareira, ou fogueira. Ao acendê-la recite:

"Deus-Sol, Fogo no céu a arder,
Ilumine a Terra e a noite venha a aquecer.
Acenda nossa espírito, nossas mãos e nosso coração,
E sobre a terra lance sua proteção."

Se você for comemorar esse festival durante a noite siga os passos a seguir a noite, se não, faça-os durante a comemoração.

Reúna o grupo, faça dinâmicas de entrosamento e alegria. Saúde a todos e, dentro ou fora de um Círculo, como preferir, honre às divindades pedindo proteção, fertilidade, sucesso e paz. Pode-se fazer danças ao fogo, em volta de uma fogueira ou caldeirão. Então lance a todos as bênçãos de Beltane, e depois escolha alguém para abençoar-te também. Proceda assim: levando sua mão esquerda no coração da pessoa e a direita sobre o ventre, quando for mulher, ou sobre o falo, quando for homem (pode ser vestido mesmo, apesar que se recomenda muito festividades nesse dia vestido de véu (nu)), e diga:

(quando for mulher): "Abençoado seja teu ventre, pois gera a vida."
(quando for homem): "Abençoado seja teu falo, pois dá a vida."

Por fim, abençoe a todos de uma forma geral:

"Abençoados sejamos nós, pois somos vivos e herdeiros do Deus Sol.
Abençoados possam ser aqueles que vivem em plenitude
e que a plenitude possa hoje ser ofertada a todos!"

Então faça a tradicional bênção da libação, recomendo que essa seja feita com a junção do athame com o cálice. Peça uma pessoa com a preferência sexual diferente da sua que te auxilie, dando o cálice a uma e a lâmina a outra. Então, introduzindo o athame no cálice profiram:

(aquele que porta o athame): "Assim como a Lâmina
(aquele que porta o cálice): e o Cálice
(juntos): São um só! Também seremos plenos 
Ao compartilharmos dessa plenitude!"

Repasse a libação como de costume entre os participantes. E encerre esse momento ritualístico. Inicie a festa abençoando as comidas:

"Fogo do Céu, Fogo Solar,
façam a fome findar!"

Libere a música, faça danças, e deixe a festa rolar solta, libere suas sensações e vontades e festeje. Se tiver possibilidade, eis um ótimo momento para realizar a dança do Mastro de Maio.

Na noite do dia 30 de abril, ou após os festejos, antes de dormir, recite essa pequena prece:

"Deuses e Deusas, e o Sol que está a viver,
abençoem-nos em nosso trabalho e em nosso prazer.
Abençoem os animais e também o terreno,
Abençoem a lavora e também o sereno,
Abençoem a todos que na Terra estão,
Distribuam a sua abundância então,
e fertilizem tudo aquilo que por nós é feito,
Pois, humildes, lhe pedimos com muito jeito."

Outra dica direto dos celtas é fazer duas fogueiras (duas velas, dois caldeirões, duas tochas) paralelas e passar entre elas na noite de Beltane para ganhar proteção e receber as bênçãos desse dia. Esse ato pode ser feito com os animais da casa, ou objetos a que você queira consagrar e proteger nesse dia.

Pronto! Está mais que comemorado Beltane. Mas se quiser dar uma incrementada especial, procure aquela pessoa especial e termine seu dia/noite se unindo com ela.

Música: Beltane Fire - Loreena Mckennitt


Feliz Beltane a todos!

Beltane Sabbath

(link)


É o quinto Sabbath da Roda do Ano, que se inicia em Samhain. Sua regência é a fertilidade, a Terra que jubila, no vigor, no sucesso e na força. Ostara preparou-nos para a Plenitude que encaminha e é hora de possibilitar que ela aconteça, por isso esse é o momento da fertilidade, da vida, dos casamentos e acasalamentos. Também nos é a colheita dos objetivos de Ostara e Imbolc e da regência de um novo tempo, fértil e pleno, quando o Rei Carvalho começa a retomar seu poder e sua regência, que serão plenamente recuperados em Litha.

Beltain, Beltane ou Beltaine: Comemorado em 1º de maio e representa a fertilidade. Junto com Samhain, esse festival se torna polar, pois além de dividir o ano nas metades escuras – Samhain – e claras – Beltain – (hemisfério norte) também são os dois únicos momentos em que se tem a alma, a essência, a anima, o Todo, o Cosmos exaltado, aqui em vida em contra ponto à Morte em Samhain. 

Assim, Beltane é a festa, a libido, o júbilo e a fertilidade. É o momento em que a terra pode conectar-se com a plenitude da vida em si e nós, como seus frutos, também o podemos fazer, reencontrando a alegria e a plenitude da vida revelada, desimpregnada dos mistérios da morte. Sendo essa data momento de muitos casamentos entre pagãos, principalmente wiccanos.

Nas mitologias célticas encontramos nesse dia a regência clara de Belenus (Bel) de onde veio o nome desse festival, Fogo de Belenus (Fogo de Bel). Mas além dessa regência, também pensando na regência masculina (tão fortemente mais presente nessa data do que a feminina), teremos Cernunnos, o grande Deus da fertilidade, da liberdade, dos animais silvestres e da vida. Já nas divindades femininas poderíamos encontrar grandes regências de Deusas como Flidais, Arianrhod, Danann, regentes do amor e da fertilidade. Mas eu diria que de forma geral e total podemos colocar nesse festival a regência de Belenus e Danann, cônjuges históricos e os primeiros grandes reis dos Tuatha dé Danann. Belenus, o nobre, o guerreiro, senhor do sol, o Rei e Danann como a sacerdotisa, a bela e graciosa senhora da fertilidade, das chuvas e dos campos e a Rainha. Entre os celtas esse tempo não é cercado por mitologias precisas, mas sim pela marca registrada do regresso da fertilidade à terra. Em geral também eram escolhidos a Rainha e o Rei de Maio, um casal, geralmente sacerdotal, responsável por representarem (canalizarem) esse momento divino.

Beltane é festa e jovialidade. É momento de deixar a vergonha e todos os medos de lado, para viver a vida, viver nossos impulsos e vontades mais íntimos, libertarmos, não só do resto, mas de nós mesmos e deixarmos a vida fluir por nós, nos guiar e conduzir em sua plenitude.